Na hora do aperto, quando surge a ideia de recorrer à um empréstimo para quitar aquelas dívidas, trocar de carro, construir ou reformar sua casa, surge uma dúvida fatídica: existe alguma forma de contratar empréstimo e não pagar juros abusivos?

Sim, é possível! Mas, antes de começarmos e refletir sobre esse assunto, é importante que você saiba que existem linhas de crédito que oferecem empréstimos com a propaganda que aqueles juros são super baixos. No entanto, não se engane! Aqui é o Brasil, paraíso dos juros altos.

Entendendo o mercado financeiro…

Você já ouviu falar da taxa Selic?

A Selic é a taxa de juros da economia, é o juros que o Governo Federal paga pra você emprestar dinheiro para ele. Até alguns dias atrás, a Selic estava em dois dígitos, enquanto no ano de 2016, a taxa chegou a 14,25% ao ano.  Ou seja, o governo pagava mais de 1% ao mês para investidores.

Mas o que é que tem isto a ver com os juros abusivos?

Se o governo, já naquela época, estava pagando mais que 1% ao mês, por que é que o banco iria emprestar pra você algum dinheiro se não fosse para ele ganhar mais do que isso?

Atualmente a Selic é de 4,58% ao ano (referência Indicadores financeiros dez/19), no entanto, os juros para o tomador não reduziram na mesma proporção, não chegam nem a 10%. Então como é que o consumidor vai conseguir empréstimo pagando menos juros?

O segredo está na forma de contratação.

Para entendermos melhor, precisamos fazer um exercício. Se você é autônomo, por exemplo, recomendo que abra conta corrente em dois bancos: um deles tem que ser um banco digital e o outro pode ser um dos grandes bancos.

Inicialmente passe a receber todos os seus recursos nesta conta, se preciso você mesmo pode depositar na sua conta e movimentar o dinheiro para que a instituição comece a conhecer sua movimentação financeira. Com isso, logo o banco vai te enviar um cartão de crédito e lhe dar limite do cheque especial.

Cuidado! Essas linhas são as piores para o consumidor. Mas o banco sempre busca ofertá-las, porque é com elas que mais consegue ganhar com juros. Quando te derem este limite, solicite para também aprovarem outras linhas de crédito, tal como empréstimo para financiamento ou refinanciamento de veiculo ou limite para crédito pessoal.

Contratando um empréstimo

Quando você contratar empréstimo precisa pesquisar muito no mercado, pois aquele movimento que fez outrora vai te ajudar a contratar também em outros bancos. Pode ser que até mais barato que naquele onde possui conta corrente, mas precisará pesquisar! Tome cuidado com ofertas de crédito fácil, tem muita gente tentando dar golpe na internet. Eles oferecem empréstimo sem burocracia, os juros cobrados são menores que a Selic. Mas isso sabemos que não existe…

No mercado brasileiro, quando há cobrança de tarifas e impostos os mesmos já estão embutidos na parcela que pagará mensalmente. Se, eventualmente, solicitarem reconhecimento da sua assinatura em cartório, você pode até fazer, desde que seja pessoalmente, não passando dados para terceiros. Se lhe pedirem dinheiro para liberar seu empréstimo, saia fora! Mas, se você é assalariado, o caminho é mais fácil, porque pode contar com o crédito consignado. Linha de crédito que já falamos aqui no blog. Nela,  as parcelas são deduzidas diretamente da folha de pagamento, com isto quem empresta tem a garantia do recebimento e consegue pagar menos juros.

Mas o seu banco não lhe oferece isso né?

Já pensou por quê?

Os grandes bancos preferem vender outros produtos para você, assim eles ganham mais. Indicamos se informar junto ao RH da sua empresa se ela possui convênio com bancos ou financeiras. Esse convênio é um contrato junto a instituição financeira, no qual a empresa autoriza a mesma a descontar as parcelas do empréstimo diretamente da sua folha de pagamento.

Em seguida, você poderá fazer um orçamento em cada uma delas para saber qual é a que tem a melhor condição pra você. Se, porventura, sua empresa não tiver convênio com banco, a própria empresa pode realizar este empréstimo e fazer o desconto no seu holerite. No entanto, ela precisa ter interesse e disponibilidade em caixa. Isso pode ser uma boa opção, pois assim eles podem ganhar mais do que uma aplicação financeira, uma vez que também estariam lhe ajudando.

E, por fim, temos o grande público que já tem acesso ao crédito consignado há algum tempo: os servidores públicos, militares e os aposentados e pensionistas do INSS. Dependendo do convênio, existem vários bancos atuando. Mas, se você quer pagar o menor juros possível, não deixe de pesquisar! Já vimos de tudo neste mercado: cliente emprestando com taxa de 2% achando que contratará com taxa de 0,99%. Também temos exemplos de clientes com limite de 100% no consignado, endividado no grande banco, e em financeiras com produtos mais caros como o crédito pessoal, o crédito salário, o limite do cheque especial, cartão de crédito e no débito em conta para negativado. Este último é o campeão dos juros abusivos! Mas, em resumo, são estes os produtos que os bancos e financeiras ganham mais com os juros, então eles tem preferência em ofertar esses produtos em vez do consignado.

Por isso é importante, antes de contratar um empréstimo, pesquisar bem as condições para não pagar juros abusivos. Só não ache que pesquisar é só  perguntar qual é a taxa de juros que já está resolvido. Se fizer isso, vão mentir.  Aliás, é uma prática bem comum no nosso mercado.

Pegue papel e caneta, ou no seu bloco de notas ou numa planilha do Excel. Anote o valor da parcela, o prazo, o valor do  empréstimo, a data do vencimento da primeira parcela o nome e telefone da empresa, depois analise qual a melhor proposta.

Seja para qualquer objetivo ou compromisso, se for comprar parcelado sempre terá que fazer esta avaliação, pois todas as compras parceladas, todos os empréstimos e financiamento tem cobrança de juros. Então, se for comprar eletrodomésticos, móveis, trocar ou comprar um carro, construir, reformar, fazer um tratamento odontológico, aquele capital de giro para abrir ou investir no seu negócio, precisa pesquisar: qual seria melhor opção comprar parcelado ou fazer empréstimo consignado e pagar a vista?! Dependendo do valor do bem será a economia que vai conseguir, este valor você poderia economizar e investir.

Ouvi este dias que é preciso ter uma prestação para conseguir guardar dinheiro. Mas isso é mentira, alguém tá ganhando muito dinheiro com isto… Use isso a seu favor. Pense você fazendo um simples exercício para conseguir reduzir as prestações do seu empréstimo ou financiamento em R$30,00 por mês. Com isto, você poderia emitir um boleto pra você mesmo e investindo esse dinheiro no tesouro direto todos os meses, quem sabe poderá quitar antecipadamente aquele empréstimo ou pegar gosto em economizar. Passe a emprestar em vez de tomar emprestado.

Leave a Reply

WhatsApp chat